logo_branca.png
  • Optimus Engenharia Júnior

Desafios encontrados pelos MEI's: Como solucioná-los?


Começar algo do “zero” nunca é fácil, isso vale tanto para a vida, quanto, principalmente, para o mundo dos negócios.


Imagine quantas pessoas deixaram seus empregos para viverem um sonho? Ou infelizmente foram demitidas, e para efeito de sobrevivência tiveram que abrir o seu próprio negócio? Realmente isso já é um grande desafio, e que não é enfrentado por apenas uma parcela inexpressiva da população brasileira.


Para você ter uma ideia, segundo o Portal do Empreendedor, o Brasil superou a marca de 10 milhões de MEI’s (Microempreendedores Individuais), até abril deste ano (2020).


De fato, é um número bem representativo, e que com certeza tende a aumentar muito mais.



Mas, por que?

Oportunidades X Implicações


O empreendedorismo surge a partir de necessidades, adaptações e otimizações. Diante de um problema, novas soluções tendem a surgir. Daí nascem questionamentos, ideias, e posteriormente, a execução das mesmas. Porém, muitas vezes esse processo é feito de qualquer forma, o que leva os MEI’s a não possuírem um planejamento estruturado do seu negócio.


Com o COVID-19, várias regras e decretos foram impostos ao funcionamento de estabelecimentos. Isso sem dúvidas forçou muitas empresas a fecharem suas portas, ou se adaptarem a essa nova realidade, seja, migrando parte de seus serviços para o digital; alterando o modelo de contato com o cliente; fornecendo outros tipos de serviços; etc.


Certamente, vive-se um período de grandes dificuldades e incertezas, entretanto, isso é um prato cheio para empreendedores, uma vez que podem desenvolver novos modelos de negócio e soluções para o mercado. Além disso, existem as implicações do pós-pandemia, que já exigirão outras soluções, dando oportunidade para a atuação dos mesmos.


Contudo, vale destacar que não é nada tão simples assim. Visto que, segundo projeções do Boletim Focus, o Brasil sofrerá uma queda de -6,5% do PIB (Produto Interno Bruto), sendo essa a maior queda em pelo menos 120 anos.


São dados extremamente alarmantes, pois impactam diretamente na vida dos consumidores brasileiros, e consequentemente, nos microempreendedores individuais.


Diante dessas questões, surgirão vários desafios, mas não se preocupe, para tudo existe uma solução. Sendo assim, separamos alguns possíveis problemas e formas de enfrenta-los.



Principais Desafios enfrentados pelos MEI’s


1. Misturar contas pessoais com contas do negócio


É um problema clássico que pode levar qualquer negócio à falência, visto que, usando o lucro do empreendimento para equilibrar as contas pessoais prejudica a visualização da situação da empresa.


O que fazer?


  • Determine um valor fixo para ser retirado do caixa para gastos pessoais, nada de fazer retiradas extras com grande frequência.

  • Registre todos os seus gastos, separando aquilo que for do empreendimento e da sua vida pessoal. Anote em um caderno, planilhas, ou até mesmo, faça uso de softwares, se preferir.

2. Falta de crédito


Abrir um negócio e não ter dinheiro o suficiente para investir, é sem dúvidas muito frustrante. Afinal, depois de estruturar tanto uma ideia, e não a ver sair do papel ou ser interrompida no meio do caminho, desanima qualquer pessoa.


O que fazer?


  • Além de registrar suas contas (pessoais e do negócio), como já citado, defina muito bem “quanto” e para “o que” o financiamento será utilizado.

  • Se possível faça uma análise de viabilidade. “Será que conseguirei um bom retorno para arcar com esse compromisso?”.

Saiba como planejar o requerimento de crédito da sua empresa.


3. Conheça o seu cliente


Um dos grandes problemas de qualquer negócio, é saber para quem ele está vendendo. Os MEI’s, especialmente, tendem a se frustrarem muito rápido quando não alcançam os objetivos de vendas previstos. E isso revela que o perfil de cliente nunca foi conhecido pelos mesmos.


O que fazer?


  • Primeiramente, busque informações bem completas do seu segmento. O que é/será vendido.

  • Recorra ao benchmark, ou seja, procure saber como e para quem os empreendimentos do seu ramo vendem.

4. Estabelecimento de metas


Muitos microempreendedores focam tanto no “viver um dia após o outro” em seus negócios que esquecem de coisas essenciais, como, o planejamento do negócio, no que diz respeito ao estabelecimento de metas à médio e longo prazo. “Quanto quero faturar esse mês?”, ou “Em quanto quero reduzir meus custos?”, “O que quero alcançar ao final desse ano?” . Essas são perguntas que são fundamentais, que muitas vezes não são consideradas.


O que fazer?


  • Análise o cenário que o seu negócio está vivendo, ou seja, oportunidades, concorrência, desejo dos consumidores, tendências, etc.

  • Estabeleça metas alcançáveis, nada de coisas mirabolantes. Para auxiliar nesse processo, pode-se recorrer a ferramenta SMART que irá guiar esse processo de definição de metas realistas.

Não sabe por onde começar? Confira já as Etapas de um planejamento estratégico.


São grandes desafios, não é mesmo? Realmente é fundamental que esses problemas se tornem soluções para você, microempreendedor. E é por isso que a Optimus Engenharia Júnior pode te ajudar nesse processo.


Entre em contato com a gente! Nós te mostraremos as nossas soluções.



Por: Arthur Felipe

A Optimus Engenharia Júnior é uma empresa de Engenharia de Produção da Universidade Estadual de Santa Cruz. Foi fundada em 2008, e desde então presta serviços de consultoria e treinamentos de qualidade com um preço abaixo do mercado.

Acompanhe nossas redes sociais ou entre em contato pelo site.

© 2020 por Optimus

Informações