logo_branca.png
  • Optimus Engenharia Júnior

Como funciona a gestão do sistema logístico?


Os seus clientes andam reclamando muito sobre demora ou erro nas entregas?


Você está tendo problemas quanto aos custos de serviço de transporte e/ou armazenagem de produtos?

É, acho que você está precisando gerenciar melhor o seu sistema logístico. E eu vou te ajudar a compreender melhor sobre como fazer isso. Vamos lá?

O que é logística

Antes de tudo, é importante compreender o que é logística:

Logística é o processo de organização e aplicação do transporte e armazenamento de mercadorias de maneira eficiente, desde sua produção até o local de venda e consumo. O seu objetivo é, prioritariamente, atender aos requisitos do cliente de maneira satisfatória e mais econômica possível. Desempenhando um importante papel no que tange as tarefas necessárias para garantir a organização e a administração de recursos e de etapas.

Como a logística funciona?

De forma abrangente, a logística se divide em dois processos: transporte e armazenagem. O gerenciamento de transporte se baseia nos procedimentos interligados ao uso de veículos para deslocamento de mercadorias entre armazéns, locais de varejo e clientes, de mais variadas formas, podendo ser: oceânicos, aéreos, ferroviários e rodoviários, por exemplo.

No processo de armazenagem, seu processo de gerenciamento abrange algumas funções como gestão de estoque e atendimento de pedidos, bem como, de infraestrutura e processos de depósito. E para isso, muitas empresas utilizam de ferramentas tecnológicas como softwares de ERP (Enterprise Resource Planning) com sistema TMS (Transport Management System), para transporte e WMS (Warehouse Management System), para armazenamento, para gerenciar o fluxo e o armazenamento de mercadorias, além de rastrear estoques e outras funções de logística.

Simples assim? Parece, mas não tanto.

Por isso, muitas empresas se especializam em prestação de serviços a fabricantes, varejistas e outras indústrias, que necessitam transportar suas mercadorias. Alguns possuem um amplo suporte de logística, desde veículos transportadores a armazéns e softwares especializados. Por outro lado, outras se especializam em apenas uma dessas partes.

Normalmente, grandes varejistas ou fabricantes possuem boa parte de sua rede logística. A maioria das empresas, no entanto, terceirizam a função para um provedor de terceiros, pois a terceirização acaba sendo a melhor forma de se ter um sistema de logística de boa qualidade e baixos custos relativos ao processo.

Mas o que é gerenciamento de sistema de logístico?

O gerenciamento de logística nada mais é do que a maneira mais eficiente de se fazer a gestão das atividades diárias relativas à produção de produtos e/ou serviços acabados da empresa. Está estritamente ligado a gestão da cadeia de suprimentos que programa, implementa e controla o fluxo e armazenamento de mercadorias.

Em resumo, tem como principal intuito direcionar a quantidade certa de um recurso ou entrada no momento certo, garantindo que os serviços oferecidos sejam rápidos, precisos e de qualidade, estabelecendo também, a satisfação dos clientes.

Sendo também, crucial para criar visibilidade na cadeia de suprimentos de qualquer empresa. Em decorrência da análise detalhada dos dados fornecidos e o rastreamento de mercadorias em tempo real pelos avançados sistemas de gerenciamento de transporte, a logística usa essas informações para otimizar o processo e evitar possíveis interrupções.

Vantagens de se fazer uma gestão do sistema logístico

Assim, a tão almejada visibilidade da cadeia de suprimentos cria extensas oportunidades, diante a procedimentos adequados de gerenciamento de logística que aumentam a receita e dão às empresas:

  • Redução de gastos e desperdícios;

  • Organização do fluxo reverso de mercadorias;

  • Projetos customizados;

  • Mais agilidade e eficiência nos processos;

  • Planejamento mais eficiente e realista;

  • Monitoramento em tempo real;

  • Melhor controle sobre a armazenagem e a distribuição dos produtos;

  • Melhor comunicação com fornecedores, colaboradores e clientes;

  • E, por fim, visão mais ampla de toda cadeia.

O avanço do sistema logístico

Embora a entrega pontual de pacotes intactos sempre tenha sido importante em toda a cadeia de suprimentos, ela se tornou ainda mais importante nos últimos anos. Isso porque o comércio digital, com a entrega em domicílio ou no varejo encomendados por computadores individuais e smartphones, se torna cada dia mais comum.

Com o avanço tecnológico atrelado a produção e a digitalização das cadeias de suprimentos, foi proporcionada maior transparência dos processos de logística aos clientes, trazendo a cultura do feedback em suas transações e o rastreamento em tempo real de produtos, proporcionando assim, uma maior agregação por parte do consumidor. Com isso, fornecedores, fabricantes, distribuidores e varejistas tiveram que melhorar seus processos logísticos para atender à demanda por uma entrega mais rápida e propícia, com grande variedade de produtos e integrando melhor seus processos e sistemas, buscando uma maior visibilidade da cadeia de suprimentos e adequação ao crescente e progressista mercado digital.

O sistema logístico mais conhecido do Brasil

Bateu a dúvida sobre como se adequar a essas novas mudanças? Então vou mostrar um grande e bom exemplo disso.

Para os processos de transporte e armazenagem de produtos, algumas grandes empresas conseguem investir em centros de distribuição e transportadoras, para auxiliar na sua rede logística. No entanto, essa não costuma ser uma opção viável a lojas iniciantes e pequenos empreendimentos de e-commerces, que dependem dos serviços de entregas disponibilizados pelos Correios.

Em vista das constantes evoluções de mercado e necessidade desses pequenos empreendimentos, os Correios vêm mostrando grande valor aos seus serviços de logística para empresários que querem vender pela internet (e-commerces), oferecendo soluções de transporte e armazenagem completas e diferenciadas.

O serviço Correios Log+ vem cuidando da armazenagem, preparação de pedidos, distribuição e até a logística reversa (retorno de um produto que já havia saído do empreendimento) dessas empresas, impulsionando o crescente mercado de lojas virtuais.

Ótima iniciativa, não é? Então, a crescente oportunidade para lojas virtuais com contratos firmados permite que essas possam integrar seus sistemas gerenciais ao sistema de postagens dos Correios para emissão automática de rótulos de endereçamento e cálculo de preços e prazos. Assim, a empresa pode reduzir custos operacionais com armazenagem, colaboradores e até embalagens, já que o serviço garante embalagens gratuitas, possibilitando oferecer ao cliente melhores preços e prazos em suas entregas.

Sendo um centro de referência de logística integrada, a partir do aprimoramento nos seus serviços de coleta e entrega de encomendas, os Correios enxergaram a oportunidade na demanda crescente de outras empresas, por solucionar questões de fluxo de materiais e informações diante da constante evolução tecnológica na cadeia de suprimentos.

Com isso, os Correios desenvolveram sua cadeia de valor, tornando-se responsável pelas etapas seguintes à venda/produção de seus parceiros e garantindo redução em até 47% dos seus custos logísticos. Proporcionando às micro e pequenas empresas parceiras e clientes a alocação de sinergia no seu core business (atividade principal da empresa) e dedicação a outras questões importantes como o gerenciamento logístico da empresa, de acordo às mudanças constantes presentes nos processos e desenvolvimento da cadeia de suprimentos e logística.

Agora é só pôr em prática!

Fazendo um apanhado geral de tudo que foi abordado, é possível perceber que na busca pela melhor execução de seus processos de transporte e armazenagem, as empresas vêm optando por terceirizar a gestão de sua logística para especialistas. Mostrando assim, a relevância de serviços característicos como os oferecidos pelos Correios, coincidente à constante evolução tecnológica e complexidade do sistema logístico atual.

Tudo isso foi o suficiente para estimular a criação de softwares especializados no gerenciamento de logística e promover negócios que se concentram principalmente na aceleração e adequação do movimento de recursos ao longo da cadeia de suprimentos, bem como, empresas que atuam digitalmente, como os e-commerces, que exercem forte conexão entre seus ativos físicos e permitem o fluxo de dados através da cadeia de valor, tornando-se a cada dia mais competitivas e fortes no mercado.

Por: Tássio Sales

A Optimus Engenharia Júnior é uma empresa de Engenharia de Produção da Universidade Estadual de Santa Cruz. Foi fundada em 2008, e desde então presta serviços de consultoria e treinamentos de qualidade com um preço abaixo do mercado.

Acompanhe nossas redes sociais ou entre em contato pelo site.

© 2020 por Optimus

Informações